sábado, 6 de outubro de 2007

Cuidado, a rádio pirata do samba está no ar!!!!!!!!!

Recentemente, a Câmara dos Deputados autorizou a concessão de instalação de duas emissoras comunitárias para o ABC Paulista, sendo que uma delas é para uma entidade de Diadema, ligada ao deputado Vicentinho (PT-SP). A emissora ainda não entrou no ar,mas ela e outra estação que também deverá se instalar no mesmo município terão mais problemas com os ilegais do que o pessoal controle de tráfego áereo.

Opera ilegalmente na frequência destinada a esta duas concessões, uma rádio pirata chamada "Rádio do Samba", cujo sinal provavelmente é gerado da Zona Norte da Capital. Agora, imagine você, atento ouvinte, se a tal rádio clandestina consegue chegar a mais de 3o KM de distância, como se fora uam rádio comercial, calcule o tamanho da encrenca que as duas novas rádios legalizadas vão enfrentar. Em tempo, a tal rádio pirata do Samba opera em 87,5 MHz, que é o novo canal destinado a emissoras comunitárias na Grande São Paulo.

Alô, dona Aesp e dona Anatel, o telefone desses piratas é (11) 6826 7121. Nem é preciso mencionar que tipo de samba eles estão tocando, se é que podemos chamar aquilo de música. Não durma-se com um ruído desses!!!!!!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

é simplesmente um absurdo em Itaquaquecetuba foram 14 anos de LUTA para conseguir a concessão de radio comunitaria, operar dentro da lei, nos restringe a metade da cidade pois a radio do samba esta atrapalhando todas as transmissões por aqui.
campanha vamos descobrir quem anuncia na radio e informar as autoridades anuncio em radio pirata tambem é crime....
o imperio da casa verde que o diga...

Vivian disse...

Ok. Tudo bem concordo que rádio pirata é horrível, e que deve ser denuciada.
Mas dai, expandir o comentário ao som que a rádio toca é demais neh... Eu ouço samba e gosto, não gosto de alguns ritmos mas nem por isso saio publicando em blogs o meu desprezo pelos mesmos. Vamos falar de assunto sério tudo bem, agora aproveitar pra criticar coisa que nada tem a ver com a denúncia.
Sr. Marco preste mais atenção ao que se publica, costumo ler esse blog, e sinto ter lido seu comentário.