Gal Costa canta obra de Lupicínio Rodrigues


Após as apresentações de seu último disco, Recanto (2011), e do show intimista “Espelho d’Água”, Gal Costa resgata a obra de uma das maiores personalidades da música brasileira, interpretando canções do grande cantor e compositor Lupicínio Rodrigues (1914-1974). O espetáculo tem estreia nacional dia 25 de março no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre (RS), cidade natal do compositor de “Vingança” (1951) e “Volta” (1957). 

O projeto, que inclui turnê pelas capitais Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Belém, Curitiba e São Paulo e lançamento de CD ao vivo, foi intitulado "Ela disse-me assim". A iniciativa é da Maurício Pessoa Produções, com patrocínio do edital nacional 2014 do programa Natura Musical, apoiado pela Lei Rouanet. J. Velloso assina com Marcus Preto a direção artística do show que será gravado ao vivo para edição de CD. 

Lupicínio Rodrigues - Compositor e cantor brasileiro, Lupe, como era chamado desde pequeno, compôs marchinhas de carnaval e sambas-canção; músicas que expressam muito sentimento, principalmente a melancolia por um amor perdido. Foi o inventor do termo dor-de-cotovelo, que se refere à prática de quem crava os cotovelos em um balcão ou mesa de bar, pede um uísque duplo, e chora pela perda da pessoa amada. Constantemente abandonado pelas mulheres, buscou em sua própria vida a inspiração para suas canções, onde a traição e o amor andavam sempre juntos. Boêmio, foi proprietário de diversos bares, churrascarias e restaurantes com música, que seguidamente ia abrindo e fechando, tudo apenas para ter, antes do lucro, um local para encontro com os amigos.
Deixou cerca de uma centena e meia de canções editadas; outras centenas que compôs foram perdidas, esquecidas ou estão à espera de quem as resgate. 

Sobre o programa Natura Musical - O programa patrocina novos talentos, artistas consagrados em momentos emblemáticos da carreira e projetos de preservação de legado e formação musical em todo o Brasil, por meio de diferentes frentes, como os Editais Públicos, que selecionam projetos de diferentes formatos e estágios da produção cultural por meio das Leis Rouanet e do Audiovisual em todo o Brasil, e da Lei do ICMS em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia e no Pará; por Seleção Direta, que contempla propostas adequadas ao conceito do programa e de grande relevância e inovação, sem a obrigatoriedade das leis de incentivo; e pelos Festivais. 

Comentários