Dia Mundial da Água é destaque na TV Cultura


No Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março (domingo), a TV Cultura  leva ao ar um pacote de atrações com debate entre especialistas além matérias especiais no Repórter Eco, Matéria de Capa e Metrópolis. No ar a partir das 11h30.

A Cultura exibe entre 11h30 e 15h30 quatro programas da Television Trust For The Environment. O primeiro da lista é O Futuro do Planeta - episódio A Água (11h30), que faz um panorama do recurso natural desde a sua procura até os riscos de contaminação, sobretudo em países pobres onde há urgência de projetos de saneamento. Depois, vai ao ar Água no seu Tanque (13h), que mostra o funcionamento do carro movido a célula de combustível de hidrogênio e quais seriam seus benefícios para o meio ambiente.

A série Água para Todos apresenta dois episódios: Ponto de Fervura (13h30) e Canalizando seus Direitos (14h). O primeiro traz a tona a discussão sobre um futuro com escassez de água. A questão central do programa é se a competição por ela levará ao conflito ou à cooperação internacional. Já o segundo tem como pano de fundo uma meta estipulada pela ONU (Organização das Nações Unidas) de que em 2015 seria reduzido para metade o número de pessoas sem água no mundo. O vídeo mostra como as pessoas, na ponta da crise, lidam com o problema.

A TV Cultura também promove um debate sobre o atual cenário da água no Brasil, que vai ao ar às 15h30, com transmissão ao vivo. O programa Dia Mundial da Água – Uma Reflexão para o Futuro vai colocar em pautas assuntos como variações climáticas, compartilhamento dos recursos hídricos, agricultura e energia. A apresentação é da jornalista do Repórter Eco, Márcia Bongiovanni.

Participam do encontro Carlos Alberto Nobre, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e doutor em ecologia e mudanças globais; Joaquim Guedes Correa Gondim Filho, superintendente da Agência Nacional de Águas (ANA); Paulo Canedo de Magalhães, engenheiro civil especializado em hidrologia; Arnaldo Jardim, secretário da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo; João Carlos Meirelles, secretário de Energia do Estado de São Paulo; e Benedito Braga, secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo.

Às 17h30, o Repórter Eco destaca a importância do Dia Mundial da Água e exibe matérias que apontam alternativas para o consumo controlado do recurso. A primeira reportagem acompanha o trabalho de um grupo que combate ao desperdício de água em São Caetano, na Grande São Paulo. Inspirado em ação realizada em Los Angeles, nos Estados Unidos, a Patrulha, como eles se denominam, fiscaliza e orienta moradores que ainda usam mangueira para lavar carro ou garagem. A segunda matéria gira em torno de uma invenção, já patenteada, que condensa a água que está no ar e a transforma em líquido purificado e pronto para beber.

Em programa dedicado à data, o Matéria de Capa dá destaque para as campanhas da Organização das Nações Unidas sobre o recurso e entrevista Juliana Cibim, doutora em assuntos hídricos, professora da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado) e membro do IDS – Instituto Democracia e Sustentabilidade. No ar às 19h30. A apresentação é do jornalista Aldo Quiroga.   

Fechando o ciclo de especiais, o Metrópolis visita a exposição Veracidademundana, em cartaz na galeria A7MA, na Vila Madalena, em São Paulo, e entrevista Mundano, um dos artistas. A mostra é composta por telas, esculturas e instalações que interseccionam assuntos como água, cidade, meio ambiente e política.

O programa, que vai ao ar às 20h, também acompanha a exibição do documentário canadense Marcas da Água – Watermark, em São Paulo, e entrevista o jurista Eduardo Muylaert e a arquiteta e coordenadora da Aliança pela Água, Marussia Whately. O filme reúne diversas histórias do mundo sobre a relação do homem com a água. A direção é de Jennifer Baichwal e do fotógrafo Edward Burtynsky.

Comentários