Oficina de Alegria teve a participação de 80 mil pessoas festejando o pré-Carnaval


A Oficina de Alegria reuniu 80 mil pessoas de todas as idades nos desfiles dos blocos cariocas Bangalafumenga e Sargento Pimenta, neste último fim de semana. Para o reforço da limpeza, a organizadora contratou a Coopmare, uma cooperativa de catadores de papel, com sede em Pinheiros. A cooperativa ficou responsável pelo recolhimento das latinhas e usará a verba em prol da organização. Além disso, contratou 35 funcionários para fazer a limpeza pós-evento.

A Oficina de Alegria também colocou plaquinhas de sinalização indicando os pontos estratégicos onde foram distribuídos as lixeiras e banheiros químicos, incluindo para pessoas com necessidades especiais. Além disso, fez uma campanha educativa incentivando o uso dos banheiros químicos, com mensagens distribuídas por todo o circuito.

Outra ação da Oficina de Alegria, em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, foi o apoio ao  Bloco da Dengue, chamando a atenção do público com maneiras de se prevenir a epidemia, com a participação de dois mosquitos gigantes distribuindo panfletos para conscientização.

Para a segurança dos foliões, estavam a Polícia Militar, Bombeiros e Brigadistas, que não registraram nenhuma ocorrência durante o evento. Havia também no local aAmbulâncias e duas unidades móveis de emergência.

A CET fechou a Avenida Paulo VI (continuação da Avenida Sumaré - Sumaré) no trecho compreendido entre a Avenida Henrique Schaumann e estação de metrô Sumaré. O desfile do Bangalafumenga teve incentivo da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.


Comentários