quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Podcast Esquizofônicos com Roberto Maia

Um podcast semanal bizarro. Amigos bêbados falando muita groselha, mandando músicas esquisitas, insanas, diferentes, com muito ruído, gritaria, excitação e muita besteira. Essa é a descrição do podcast Esquizofônicos que, nessa semana, traz como convidado o jornalista Roberto Maia.

Durante o papo, Maia fala sobre a sua história na rádio Brasil 2000 e mostra sons, como sempre, diferentes. E, logo no início, uma revelação: não, ele não gosta do apelido "Homem Enciclopédia", inventado pelo seu ex-companheiro de emissora, Tatola.

O papo ficou grande, mas vale a pena.

7 comentários:

Rodney Brocanelli disse...

O problema de um programa com esse perfil é que ele é muito legal para quem participa, mas o resultado não fica assim tão bom para quem ouve.

RÁDIO BASE URGENTE disse...

Concordo. Por mais interessante que o entrevistado possa ser, quase duas horas de conversa é muita coisa. Mesmo colocando muita música, tem de se prestar atenção na forma em que as atrações são distribuídas.

Outra coisa: a menos que o programa seja veiculado em alguma emissora de rádio FM, e enviado para emissroa pela web, não há necessidade de gravá-lo MP3 de 256 kbps. Ele fica muito grande tanto para baixar como para se ouvir em agregadores como I Tunes, Wunamp, etc, principalmente para quem tem banda larga menor que 500 kbps. Ainda mais se tiver mais de 60 minutos de duração.

Para se baixar ou ouvir com qualidade num computador, num ipod, num mp3 player de qualquer, ou até num aparelho de DVD ligado a um sistema de som, o tipo o formato MP3 de 128 kbps é o ideal, nem mais nem menos.

Claro que se pode usar o formato WMA, do Media Player, de 128 Kbps ou algum formato do Real Player nesta mesma taxa de amostragem. Eles são bem menores e bem melhores do que o MP3. Entretanto, nem todos os players do mercado rodam esses dois formatos, infelizmente.

De resto, parace que o programa ficou bom.

Marcos Lauro disse...

Pô, o arquivo tá em 256kbps? Exagero! heheh

Eu não sei porque ouvi direto pelo player do site...

Eu achei o papo bom. Até porque, pelo que me parece, o programa não tem ambição de ir para o rádio ou algo do tipo... é um bate papo gravado, sem voos mais altos.

RÁDIO BASE URGENTE disse...

Pelo menos foi o que apareceu aqui no meu winamp. Não rola. Pra mim, picota muito.

Fábio disse...

Galera,

escutei o programa inteiro e apesar de ser longo, eu escutei sem problemas pq o papo estava muito bom!
Concordo que não precisa ser um arquivo tão pesado pra baixar, mas acho q a vibe deles é essa mesma, sem maiores pretensões...
Mas achei bem legal mesmo, o papo foi um dos melhores q já ouvi na net e vou baixar mais alguns pra ver qual é...

abs

Epa disse...

Pessoal da Radio Base Urgente, valeu pelos comentários e pelas dicas, muito bem vindas.
O formato já vamos arrumar, mas o tempo do programa...sempre tentamos fazer de 01 hora, mas quando vem um convidado...não tem jeito.
De qq forma, valeu pela força!

Rodney Brocanelli disse...

Dividir em duas partes (uma numa semana e outra na outra) seria uma boa saída)