sábado, 8 de agosto de 2009

Os últimos momentos da rádio CNB 102.3 FM, de Caracas

No último sábado, o governo da Venezuela determinou o fechamento de 34 emissoras de rádio em todo o país. Os critérios utlizado para a recisão da concessão foram "morte do titular, vencimento da concessão, falta de renovação da permissão ou declaração de improcedência de uso". É mais um capítulo na briga entre Hugo Chávez e os meios de comunicação que fazem críticas a sua gestão. E a coisa promete não parar nisso. Um projeto de lei para combater aquilo que se considera "delitos midiáticos" já está sendo apontado como "o mais selvagem e brutal atentado contra a liberdade de expressão já perpetrado por Chávez". No player abaixo é possível acompanhar os momentos finais da Rádio CNB 102.3 FM, de Caracas, uma das atingidas pela medida do governo

Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

2 comentários:

Malcamsba disse...

Esse chavez é um lunático!

luiza_benites disse...

Lamentavel decisão do cômico presidente Hugo Chaves, é um tipo folclórico. Sinto pena do nobre povo venezuelano. Acredito, com muita fé em Deus, que muito em breve a verdade e o bom senso prevalecerá e continuaremos escutando a vibrante CNB de Caracas.
Um abraço ao querido povo venezuelano.