domingo, 5 de abril de 2009

A moderna música brasileira

por Marcelo Costa
do site Scream Yell


Quarta-feira, quase 20h. Em um taxi que cruza a Consolação em direção ao Shopping Higienópolis, o motorista liga o rádio. O locutor apresenta o bordão da FM - ”Nova Brasil FM, a moderna música brasileira” - e solta, na sequência, “Os Outros”, do segundo disco do Kid Abelha e os Abóboras Selvagens, de 1985. Em seguida, uma do Djavan tão ruim que não vale nem a comparação com outras do artista (também poderia ser Jorge Vercilo, não consegui identificar). Depois, “Me Liga”, do segundo disco dos Paralamas do Sucesso, de 1984. Para fechar esse set “muderno”, uma do acústico MTV da Cássia Eller, de 2001. Não precisa muito para explicar o cenário desolador da música mainstream brasileira. Basta sintonizar uma rádio FM e ver como eles pararam no tempo e estão matando a música. Alguém devia processar uma rádio dessas por falsidade ideológica e crime culposo.

21 comentários:

Alexandre disse...

Saudades da Musical FM, mas a USP e a Cultura AM são melhores e podem fazer uma programação menos comercial porque não tem fins lucrativos, ao contrário da Nova Brasil.

Marcos Lauro disse...

Eu ainda não sei por qual motivo Cássia Eller toca TANTO no rádio. E não só nas ditas comerciais!

Marcelo Delfino disse...

Os nobres colegas paulistas reclamam demais. Todos esses sons são excelentes. Além do mais, sons realmente modernos como esses serão sempre modernos hoje, daqui a 100 anos, eternamente, enfim. Mas há quem prefira a “Nossa Rádio FM” no Rio do que a Nova Brasil. Aff

Marcelo Delfino disse...

Não sei que música do Djavan tocaram. Não devia comentar sobre ela. Desculpem, gente. Mas o disco da Cássia Eller e as outras duas músicas citadas são excelentes. Como já disse antes, som moderno é som moderno sempre.

Alexandre disse...

Concordo com este conceito de "moderna música brasileira" para alguns artistas, mesmo que as músicas sejam antigas, mas Ivete Sangalo não deveriam tocar NUNCA na Nova Brasil!

Rafael Bastos disse...

O que deixa a Nova Brasil horrível é quando eles tocam Ivete Sangalo.Agora Kid Abelha,Paralamas e Léo Jaime são músicas de qualidade!

Anônimo disse...

Concordo com o Rafael. Infelizmente, e por culpa do próprio repertório dos artistas, não dá pra colocar todo mundo no conceito de música brasileira de qualidade. Agora, já disse aqui uma vez que o problema da Nova Brasil é não tocar as versões originais de muitas músicas. "Roda Viva" por exemplo, é tocada numa versão ao vivo com o Chico Buarque que não tem a mesma força da original com a belíssima contribuição do MPB4. Tá, eu sei que existe diferença entre os conceitos da Nova, da USP ou da Cultura, mas a diferença dos playlists também é absurda e poderia ser mais abrangente nos 89,7.

WAGNER - mauá -SP

Marcelo Delfino disse...

Eu também prefiro reclamar da Nova Brasil FM quando ela toca Ivete Sangalo ou Armandinho.

Marcos Lauro disse...

Com certeza, Wagner. A Nova ignora solenemente alguns clássicos que podem ser ouvidos até na Eldorado. Aliás, acho a faixa da Eldorado que toca música nacional mais abrangente e completa do que toda a programação da Nova...

Alexandre disse...

É verdade, as músicas nacionais que tocam tanto na Eldorado FM quanto na AM são melhores do que as tocadas na Nova Brasil, e as internacionais são melhores dos que as tocadas na Antena 1 e Alpha.

Daniel disse...

Na boa... independente da qualidade ou não dos artistas, com uma sequência dessa de 'velharias' que foi citada, o slogan da rádio está totalmente errado.

Anônimo disse...

Daniel,

O caso poderia ser resolvido se a Nova Brasil retomasse seu slogan da fase mpb mas quando ainda se chamava apenas Nova FM: "A frequência do Brasil"

Wagner - Mauá - SP

Anônimo disse...

A questão do slogan é menor.

O playlist da emissora é pequeno e irretocavel por parte dela. Há muitos anos, ligava para a emissora pedindo musica ou que tocassem outras artistas (Clara Nunes, Fafá de belém, classicos de Alcione), só pra dar uma modificada. Nem pedia que tocassem outras musicas de artistas que já tocam na Nova.

Responderam solenemente: esses artistas não podem tocar nessa rádio.

E bem ao sabor brasileiro, digo "é ruim, mas tá bom...."
Alessandro Pereira

Anônimo disse...

Anônimo,

Essa resposta negativa da Nova é real?

Meu Deus! Depois se fala que existe interatividade...que interatividade é essa que não permite o ouvinte da rádio ser um programador em potencial?

WAGNER - MAUÁ -SP

Marcos Lauro disse...

Só faltavam responder: "Cê tá pensando que aqui é rádio de música popular brasileira, meu filho????".


hahaahah

Anônimo disse...

Wagner,

sim, a resposta negativa é real e ouvi por umas tres vezes em semanas distintas, a epoca (faz uns cinco anos, creio).

A moça atendente, ao ouvir o nome de certa cantora, nem deixou em terminar o pedido e já foi logo me dispensando.

Acho que não mudou nada de lá pra cá.

Alessandro Pereira

Marcelo Delfino disse...

É muito curioso a Nova Brasil ter criado o conceito de Moderna Música Brasileira, em oposição ao conceito de Música Popular Brasileira. Parece os extremistas dos anos 60 que fizeram passeata contra as guitarras elétricas.

Rádio Base disse...

Só tem uma solução> É tirar aquela porcaria de Nova Brasil FM no ar. Muuuuito ruim. Não dá, pessoal. O playlist é fraquíssimo. A "plástica", o formato, as vinhetas saõ de uma má vontade que dói os ouvidos. Parece que quem trabalha lá, não gosta de rádio. Creio que eles não tem tesão no que fazem. Parecem desmotivados. Fazem uma rádio xôxa, burocrática, sem sal.

Marco Ribeiro

Rafael Bastos disse...

Concordo com o Marco Ribeiro.A única coisa que se salva na Nova Brasil é quando eles tocam Kid Abelha,Léo Jaime,enfim,Rock dos anos 80.De resto,ela é horrível!Outra coisa,a Alpha e a Antena 1 estão chatas de se ouvir,pois retiraram os flashbacks!

Anônimo disse...

EU TENHO MAIS MPB NO MEU MP3 PLAYER QUE A NOVA BRASIL FM NO ACERVO MUSICAL DELA.
EITA RADIO MALDITA, PURO JABA DO DJAVAN E JORGE VERCILHO, VERCILIO, VERCICULO, SEI LA COMO SE ESCREVE O NOME DESSE CANTOR DE CHURRASCARIA.
PQP!!!

MAXXX disse...

Se a NovaBrasil acabasse hoje para mim não faria falta nenhuma. A programação da rádio é um refugo só. Haja paciência para aguentar a Luciana Melo, Ana Carolina e Armaçãozinho,oops, Armandinho, o dia inteiro. Burrocrática, engessada. Na fará falta alguma a quem realmente preza a música brasileira.
Lembro com saudades da finada MusicalFM. Essa sim uma rádio que prezava pela inteligência do ouvinte. A variedade de programas era absurda. Dos clássicos ao instrumental. Sem falar que revelou muitos e muitos artistas que estao hoje por aí como o Lenine, Jussara Silveira, entre outros.
Com internet, há muito deixei de ouvir rádio com tanta intensidade. E se ouço, fica por conta da Eldorado ou da USPFM. Essas ainda respeitam a minha inteligência.
A NovaFM é para a música brazuca, o que a MIx é para o pop.
No dia que eu ouvir a Nà Ozzetti tocar na NOVAFM, talvez eu volte a escutá-la. Do contrário, se passar um abaixo-assinado pelo fim dela, estou assinando.