quarta-feira, 11 de março de 2009

Cruzeiro FM transmite programa sobre meio ambiente de um barco

Do Jornal Cruzeiro do Sul

Uma operação que envolveu muita tecnologia e empenho profissional. Assim foi a transmissão inédita realizada na manhã de ontem pela Rádio Cruzeiro FM, direto de um barco que percorreu as águas do Rio Sorocaba no trecho entre a ponte Padre Madureira e as proximidades da alça de acesso à Castelinho (SP-75). Durante mais de três horas ao vivo, a radialista Maria Helena Amorim comandou uma edição especial do programa 'Cruzeiro em Revista', que debateu, com os secretários de Meio Ambiente de Sorocaba e Votorantim, Jussara de Lima Carvalho e Elzo Savella, respectivamente, e o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba (Saae), Geraldo Caiuby, a importância do rio e as ações realizadas para a recuperação de suas águas.

Cinco profissionais deslocaram-se até as margens do Rio Sorocaba, logo nas primeiras horas da manhã, para garantir o sucesso da transmissão. Para que fosse realizada sem a necessidade de fios e conexão à energia elétrica, foram utilizados equipamentos digitais e tecnologia 3G (a mesma aplicada em computadores portáteis para acesso à internet). Um carro da rádio percorreu o trecho pela marginal, dando suporte à radialista e aos entrevistados que permaneceram, com o apoio da Polícia Ambiental, navegando durante todo o programa.

A iniciativa serviu para chamar a atenção dos ouvintes sobre a importância da preservação do meio ambiente. Para isso, a produção do programa escolheu o dia 10 de março - que até 1997 era considerado o Dia do Rio Sorocaba, transferido depois para o final do mês - para a transmissão. Também foi marco para uma nova fase da programação da Rádio Cruzeiro FM, que contará a partir de sábado com nova atração. O semanal ‘Planeta Azul terá os temas meio ambiente e ecologia como pauta principal e será transmitido aos sábados, das 8h às 9h, também sob o comando de Maria Helena Amorim, com reprise aos domingos, das 9h às 10h. Os temas contarão com boletins de um minuto de duração, inseridos na programação diária da rádio. Serão dicas rápidas sobre como cada um pode fazer a sua parte para preservar a natureza, comentou Edivaldo Pereira, diretor artístico da Fundação Cultural Cruzeiro do Sul.
--------------------------
Eu nunca transmiti de barco. Já transmiti de balada, do Playcerter, do meio da Av. Paulista... mas de barco, nunca. Mesmo assim, imagino a trabalheira que deu.

Parabéns à rádio pela iniciativa e aos profissionais que toparam o desafio. Que se repita mais vezes.

Um comentário:

Marco Ribeiro disse...

Taí uma verdadeira "rádio-pirata". Essa sim deveria ser legalizada.