terça-feira, 24 de junho de 2008

Passeio radiofônico com o Capital inicial

No dia 12 de junho, a banda Capital Inicial passou por algumas rádios de São Paulo para divulgar o Multishow ao Vivo, gravado no aniversário de Brasília e que deve ser lançado no próximo dia 3 de julho.

Sobre o Capital, escrevi no meu outro blog. Mas não vem ao caso no momento. O mais interessante foi descobrir que eles registraram as visitas e o vídeo já está no You Tube.

Na última rádio do vídeo, Metrô FM, quem fala ao microfone é o competentíssimo DJ e locutor Marcelo Bonam:

6 comentários:

eduardo coelho disse...

engraçado, até algum tempo atrás vc fez um post falando mal do estúdio novo da metropolitana...q se fosse pra tocar essas bandinhas era melhor q tocasse chorinho ou alguma coisa diferente

agora vc fica ai babando ovo pro locutor, seria essa a politica faça o q eu digo, mas não faça o que eu faço????

pq será essa súbita mudança repentina de opinião???

a conferir

Marcos Lauro disse...

Pe-pe-peraí, Eduardo. Muita hora nessa calma.

Em primeiro lugar, eu não me lembro de, em nenhum momento, ter "falado mal" do estúdio novo da Metropolitana nesse blog. Não sei se pode ter sido o Marcos Ribeiro e você confundiu as bolas ou se você está viajando mesmo. Peço o link de onde isso está escrito, por favor.

O que eu critico aqui sempre que tenho a oportunidade é a programação da Metrô, que, na minha opinião, é mais do mesmo no dial. Critico também, sempre que posso, um programa que é transmitido por lá à noite e que se diz humorístico, mas é a perfeita tradução do mau gosto radiofônico.

Em segundo lugar, respeito demais os profissionais que estão naquela casa. Cito até os nomes de alguns e os motivos da minha admiração. Vamos lá:

Waguinho, coordenador. Ouço esse cara desde criança, quando ele era do Pânico;

Marcela Rocha e Fabi. Fizeram parte da fase áurea da Brasil 2000, rádio que me fez gostar pra valer de música e mais ainda de rádio.

Marcelo Bonam. Tive a honra de trabalhar com esse cara na finada Rádio Fenix e trocar de horário com ele por muitas manhãs de sábado. Basta ouvir qualquer produção de áudio que ele faça para perceber que ele é bom. Além de ser uma boníssima pessoa.

Pra terminar. Uma coisa é eu não gostar da rádio, outra coisa é eu admirar alguma (s) pessoa (s) que esteja (m) nessa rádio. Pra terminar filosofando, uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa.

Marcos Lauro disse...

Opa, comi bola. Waguinho já se foi para a 89 há um tempo. Mas continua como exemplo, sem problemas...

eduardo coelho disse...

bom vc ou o marcos ribeiro fizeram SIM um post falando MAL SIM do novo estúdio da Metropolitana, à época da inauguração, falando que pra que um estúdio desse para tocar essas bandinhas, que a programação é igual a das outras rádios e tudo mais, e falou-se também pq a metropolitana não introduz o chorinho, uma coisa diferente

não meu caro eu não estou viajando, e muito menos trocando as bolas, eu presto atenção no que vcs escrevem sim,se não prestasse não teria lembrado desse post

acho engraçado isso de "não fui eu quem fiz, ou me mande o link" não vo mandar nada...tá nos arquivos, foi qdo a metro inaugurou o estúdio novo, no dia do rádio, 25 de setembro, mais ou menos essa data, procure e comprove

e tb não falei em momento algum dos profissionais, vc tá desvirtuando a conversa

Marcos Lauro disse...

Eduardo, você usou o termo "babando ovo pro locutor"... então, falou, sim, dos profissionais.

Mas, enfim. Se o Marcos Ribeiro escreveu algo sobre a Metrô, não cobre coerência em relação ao discurso dele de mim. Não é porque escrevemos no mesmo site que concordamos em tudo. E eu me reservo ao direito de elogiar os profissionais que eu conheço e que eu admiro, independente da rádio em que trabalhem.

E só respondi porque não gostei do tom do seu comentário.

eduardo coelho disse...

blz...vc é o sabidão, bem do tipo q não aceita qualquer tipo de critica

então fica ai com seu blog, já q vc é tão sabidão e bonzão