segunda-feira, 5 de maio de 2008

Será que a Band tá "catando" a Scalla???

Olá, você ouve a Scalla FM como eu e a minha Tia Ana Lúcia, lá de Santo André? Pois é, dizem por aí que a Rede Bandeirantes de Rádio assumiu o controle da emissora. Pelo menos a rádio agora tem mais notas sendo lidas no ar. Comerciais das atrações dos canais da Band passam a toda hora. Fernando Barreto, ex-Kiss FM da Rede CBS, e que há pouco apresentava o seu programa brilhantina na Sulamérica Trânsito (Rede Bandeirantes), também voltou pra lá. E o melhor de tudo: a programação que já era razoável, deu uma melhorada, de leve, mas deu. A se confirmar esta "compra", como alguns sites dizem estar alardeando há algum tempo, a Bandeirantes entrará na briga com a Antena 1 e a Alpha.

Mas isso é uma boa notíicia? Perguntará o prezado leitor. Sim, mas por outro lado, não, como diria meu ex-colega de faculdade, o jornalista Trajano Raposo, de Belo Horizonte. De fato, é uma boa notícia para quem acredita gostar de boa música e que, assim como eu, anda meio "farto de rockenroll", como diria aquela velha canção do Ira!. Todos sabem que a Bandeirantes é um grupo competente em termos de rádio. Tem um departamento comercial competentíssimo, o que garantirá a solidez da "nova" emissora. Sem contar que a Scalla terá a marca "Bandeirantes" em seu sobrenome daqui para frente, o que dá outra visão ao mercado.

O leitor bem lembra que, desde a aquisição da Nativa FM e a criação da Band News FM, os editores deste blog estranhavam o fato de a Bandeirantes não ter uma emissora no segmento "musical adulto", que poderia também ser ouvida por aqueles que escutam a velha Bandierantes AM e a Band News FM. Na época, Nativa e Band 96,1 começaram a concorrer entre si no segmento "popular". Para ser sincero, esperava que os 96,1 voltasse aos bons tempos da década de 70/80, em que a Bandeirantes FM era uma referência, citada até no livro "Feliz Ano Velho" de Marcelo Rubens Paiva, grande sucesso literário dos anos 80.

O lado ruim da notícia é que, com a aquisição da nova rádio, a Bandeirantes passa a ter 6 emissoras: Bandeirantes AM e FM, Sulamérica Trânsito, Scalla, Band FM e Band News FM. São seis emissoras somente na cidade de São Paulo. Desta forma, chega próxima do Grupo RBS Rádio, que possui 7 estações em Porto Alegre: Rádio Gaúcha AM, Rádio Farroupilha AM, Rádio CBN AM, Rádio Rural AM, Rádio Cidade FM, Rádio Itapema FM e Rádio Atlântida FM. Ou seja, uma concentração muito grande de emissoras em uma mesma empresa de comunicação. São 6 emissoras que vão seguir uma mesma linha editorial, uma mesma ideologia. Estes espaços poderiam ser mais bem distribuídos entre os membros da sociedade que tem a pretensão e vocação para operar um canal de rádio.

Esse é um dos motivos que levam pessoas bem ou mal intencionadas, a colocarem emissoras clandestinas no ar. Infelizmente o poder público não dá oportunidade a grupos e instituições de menor expressão de colocar uma emissora no ar. No que pese o fato do Grupo Bandeirantes ter "know how" e competência para prover estas emissoras, e muitos que pleiteiam um canal não ter nem ao menos competência para administrar um carrinho de pipoca, acho que o poder concedente deveria abrir mais espaços à concorrência pública o quanto antes, ainda mais com esta história de rádio digital.

Segundo os "experts" em novas tecnologias de radiodifusão, como meu amigo Cláudio Cabello, coordenador técnico do canal NET Cidade, o sistema digital proporcionará, além de um som de melhor qualidade, um número maior de canais disponíveis. Eu só espero que as novas outorgas não privilegiem com mais canais do que eles já têm as empresas como o Grupo RBS e a Rede Bandeirantes. Afinal, o sol nasceu para todos. E para muitos que amam fazer rádio, e para os profissionais vocacionados, um canal na sua cidade já basta.

4 comentários:

Anônimo disse...

Meu não acrditei quando soube e depois quando ouvi!!!! Acabaram com o excelente formato de programação da Scalla!!! Rhianna? Stone Temple Pilots? Que é isso? A unica rádio que dava pra se ouvir o dia todo agora virou apenas mais uma...

WAGNER - MAUÁ - SP

RAFAEL BASTOS disse...

TAMBÉM ACOMPANHEI A NOVA PROGRAMAÇÃO E SENDO SINCERO,NÃO GOSTEI.FICOU PARECIDA COM AS OUTRAS RÁDIOS JOVENS.PORQUE TODAS AS RÁDIOS PAULISTANAS QUEREM FICAR PARECIDA COM A 89 ,MIX E JOVEM PAN 2?PELO JEITO,NÃO É SÓ O AM QUE ESTÁ MORRENDO,ACHO QUE O RÁDIO POR COMPLETO ESTÁ MORRENDO!!!

Cadu disse...

Ilusão e utopia achar que o poder público poderia ceder direitos à terceiros que não os grandes grupos que sustentam poder aquisitivo suficiente para estabelecer um verdadeiro cartel de rádios. É o jogo, desde que Marx escreveu, O Capital.
Bom o posto e blog, passarei a frequentar. Colegas, boa sorte...o AM já se foi há muito tempo, mas o 3G e o rádio digital estão...é empreender.
Abraços

Trevisan disse...

Realmente fico indignado com essa mudança da Scalla FM, aliás desde de ontem (10/05/08) tenho ouvido apenas 92,5 FM ou seja já extinguiram o nome Scalla FM, realmente muito triste o grupo CBS ter vendido essa emissora que tanto nos prestigiava com a boa música e com as belas vozes de Silvana Ribeiro, Rosangela Alves, Renato Salles, Eli Moreno e Osmar Zani. É uma pena mais uma vez nos tornarmos órfãos da Scalla FM, acompanho essa emissora desde o tempo que pertencia ao Grupo Diário do Grande ABC de Santo André, realmente estamos novamente órfãos frente ao capitalismo. Fica ai minha indignação e na espera de que um dia possa voltar a ouvir a Scalla Fm. Abraço a todos !! ASS. Órfão da Scalla.