terça-feira, 29 de abril de 2008

Corre que ainda dá tempo: Kajuru no Pânico

O grande mestre do jornalismo Jorge Kajuru está neste momento dando entrevista no Pânico. http://www.paniconainterne.com.br

6 comentários:

Rodney Brocanelli disse...

De novo?

Marcos Lauro disse...

Recorde.

Mas Kajuru é sempre bom.

edu coelho disse...

ele é sempre bom e bla bla bla

mas mestre do jornalismo??? fala sério hein...nem jornalista ele é, vc ouviu ele falando logo no começo que só fez até a 7º série, e que não tem faculdade nenhuma de jornalismo

mas ele é um personagem engraçado...mete os pés pelas mãos, ele é tudo que um jornalista sério não pode ser

Marco Ribeiro disse...

Não seja por isso, Edu. Eu conheço um monte de jornalistas que fizeram faculdade, tem registro e o escambau e que dão uma surra todo o dia no coitado do Português. Existem outros que, além de serem "fascínoras da palavra", não tem a menor noção do que seja a técnica jornalística. E há ainda um terceiro grupo pior ainda que, além de não dominar - minimamente que seja - nem a técnica, nem o idioma, conseguem ignorar solenemente todos os princípios éticos que é necessário ter para ser um profissional de Imprensa. E esses são os piores. O Jorge Kajuru é o contrário de tudo isso. Mesmo não tendo feito o curso superior, domina bem o idioma, as técnicas de jornalismo e é um sujeito ético acima de tudo. E ainda tem a ousadia de falar o que acha que precisa ser falado, de dar a sua opinião, em nome da transparência. Aí eu pergunto para você, Edu: você consegue ser tão corajoso quanto ele? Se for, ótimo. Será mais um exmeplo para as futuras gerações e para nós. Se não for, não pode reclamar por eu chamá-lo de mestre. O Kajuru tem a coragem de fazer o que muita gente não tem.

edu coelho disse...

marco, calma não fique bravo

eu gosto do kajuru, acho ele uma super figura, comprei a 1 edição do livro dele que achei muito boa

eu gosto do estilo dele, mas eu acho q as vezes ele fala muito e acaba metendo os pés pelas mãos, vc viu o qto de processo perdido que ele tem?? agora só acho que ele poderia se controlar um pouco pq tem hora que ele fala muita coisa coisa a torto e a direito, as consequencias pra ele acabam sempre sendo ruins

qto ao mestre achei um pouco de exagero da sua parte, mas concordo com vc, tem gente q é formada que não sabe porcaria nenhuma, fala tudo errado, uma vergonha só, nisso eu concordo em genero, numero e degrau com vc (como diria paulo bonfá)

Anônimo disse...

Eu também concordo com o Marco.
Ser chamado de "mestre" na mediocridade na qual vivemos (em termos de profissionalismo e ética) pode até parecer... Mas "Mestre" é para 1 em 100.000.000 (cem milhões)!

O que há é a falta de qualidade generalizada. Aí aparece um cara que berra pelos cotovelos as verdades (que a sociedade não gosta de ouvir) e a gente já o rotula de "Mestre". Ele até pode ser (?) mas há de se aguardar até onde ele vai, pelo menos mais um pouco.

Quanto à reportagem de "o locutor que vos fala" estão realmente de parabéns! Não peguei essa turma no rádio (na epoca de ouro) por ser ainda (como diria os chatos dos internautas) noob, novato.
A matéria permitiu um delicioso passeio no túnel do tempo. O que me permitiu uma bela contextualização para entender o presente.

Parabéns,

Mauricio Moreira - Rio de Janeiro