Sistema da Tigre Saneamento é destaque em premiação


O Instituto Trata Brasil (ITB), em parceria com o Centro de Estudos de infraestrutura e soluções ambientais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), reconheceu no último mês as boas práticas de municípios e empresas no âmbito do abastecimento de água e esgotamento sanitário por meio do Prêmio Casos de Sucesso e Inovação & Tecnologia. 

O evento, que acontece desde 2015, prestigia as cidades que avançam nos indicadores de água e saneamento, com base nos dados do Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS).

Reconhecida pelo Instituto Trata Brasil como a capital que mais investe em saneamento no país, Cuiabá teve uma evolução positiva nos indicadores: em 2011, a população com acesso à rede de coleta de esgoto era de 40% e subiu 23,8 p.p. 11 anos depois. 

O volume de esgoto tratado sobre a água consumida, em 2011, era de 22%. Em 2020, o indicador evoluiu para 57,1% dos esgotos tratados.

A cidade inaugurou recentemente a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Lipa, referência em tecnologia e sustentabilidade. Parte do Sistema de Esgotamento Sanitário Ribeirão do Lipa, a ETE é uma iniciativa da TAE (Tigre Água e Efluentes), braço da Tigre, multinacional brasileira líder em soluções para construção civil, infraestrutura e cuidado com a água. 

A unidade atende 70 mil pessoas, em 35 bairros, utiliza um sistema que permite tratar 260 litros de efluentes por segundo e conta com uma estação elevatória, utilizada para bombear o esgoto coletado até a estação de tratamento.

“Projetamos a estação em sistema compacto, de forma que requer menos espaço para suas instalações.
A operação é totalmente automatizada, não gera odor, com mecanismos de eficiência energética e entrega elevado desempenho ambiental. Comparada à tecnologia convencional, reduzimos a carga de resíduos orgânicos cinco vezes mais rápido”, diz Ewerton Garcia, Diretor da Tigre Águas e Efluentes (TAE).

Comentários