Diretor do jornal Charlie Hebdô estará no centro do Roda Viva

Laurent Sourisseau conta os momentos de terror vividos no atentado contra o jornal francês em janeiro deste ano e fala sobre a atual situação da mídia em seu país. O programa da TV Cultura vai ao ar na próxima segunda-feira (Divulgação/Jair Magri/TV Cultura)

Nesta segunda-feira, o Roda Viva vai exibir a entrevista feita com o cartunista e novo diretor do jornal francês, Charlie Hebdô, Laurent Sourisseau. O programa da TV Cultura vai ao ar às 22h, com apresentação de Augusto Nunes.
Ferido no atentado contra o jornal francês, praticado por terroristas da Al Qaida, no dia 7 de janeiro deste ano, que resultou na morte de 12 pessoas, Laurent Sourisseau relembra, na sabatina, os intermináveis segundos em que esteve sob a mira dos terroristas. 

Após o atentado e diante das ameaças, ele e seus colegas de redação são obrigados a andarem protegidos por seguranças. Mesmo assim, Sourisseau garante que eles estão decididos a manter a luta em defesa de uma das mais antigas tradições da França: a liberdade de expressão. 

Segundo ele, no momento em que a imprensa começar a ceder às pressões dos grupos que tentam cercear esta liberdade será o começo do fim do livre pensar. Durante a sabatina, Sourisseau também fala sobre a situação dos jornais e revistas franceses, que enfrentam a mesma batalha pela sobrevivência, registrada em todo o mundo, diante do crescimento dos meios digitais. 

Participam da bancada de entrevistadores Adriana Carranca, escritora e jornalista de O Estado de S.Paulo; Jaime Pinsky, historiador e diretor da Editora Contexto; Flávia Marreiro, subeditora do jornal El País no Brasil; Malu Delgado, jornalista; e Orlando Pedroso, cartunista.  O cartunista Paulo Caruso integra a bancada fixa do programa com sua charges. 

Comentários