Joe Welch, a nova voz da música pop eletrônica


Conhecida principalmente pelos fãs de música eletrônica, Joe Welch agora resolveu apostar na música pop, com clipes mais ousados e com coreografias. Essa aproximação mais forte com o gênero pop já pode ser percebida no clipe da música "Maria", o mais recente trabalho da cantora. "Maria" é uma regravação da tradicional música católica "Ave Maria", de Charles Gounod, em ritmo eletrônico / tribal house. A canção, que também já foi regravada por vários cantores em ritmos diferentes, rendeu xingamentos e críticas. A cantora foi chamada de herege e muitos internautas disseram que a nova versão era uma blasfêmia. Porém, muitos também gostaram da música e elogiaram o novo hit.

No clipe, que tem direção de Alexandre Ghati, Joe quis passar uma mensagem . "Maria é mãe de todos, não existindo espaço para o preconceito, seja de opção sexual ou religião", . O vídeo mostra casais homossexuais, heterossexuais e diversidade étnica e social.

Outro single recente de Joe Welch é "Rebirth" (Renascimento),  canção que também ganhou um videoclipe com a participação especial de Nico Puig. Neste vídeo, o ator contracena com Joe Welch, e atua da mesma forma que o consagrou em telenovelas: o estereótipo de homem frio. Ele interpreta um marido possessivo e ciumento que faz de tudo para não ver sua esposa voltar aos palcos como cantora.

O primeiro hit de Joe foi "I Get It All". Logo depois ela lançou mais sete singles no mercado musical: "Making Love", "The One", "Lollipop", "Total Eclipse of the Heart", "Right On", "Maria" e "Rebirth". A música "Lollipop" fez parte das coletâneas das rádios Energia 97, Metropolitana e Joven Pan.

Comentários