Jovem Pan cobre a visita do Papa Francisco ao Brasil

Do JP Online

O Papa Francisco chega ao Brasil hoje e, mesmo com forte esquema, a segurança ainda é a maior preocupação das autoridades brasileiras. O sumo pontífice desembarca no Rio de Janeiro por volta das 16h, no Aeroporto Internacional do Galeão. Às 17h, Francisco chega ao Palácio Guanabara, sede do governo fluminense, onde se encontrará com a presidente Dilma Rousseff. Amanhã, terça-feira, o papa deverá participar de reunião com autoridades e descansar no restante do dia.

Na quarta-feira, o pontífice segue para a cidade de Aparecida, no interior de São Paulo, onde celebrará a santa missa no Santuário Nacional. De volta ao Rio, na quinta-feira, Francisco recebe as chaves da cidade pela manhã e, à tarde, fará a Acolhida dos Jovens na Praia de Copacabana. Na sexta-feira, está marcada a Via Sacra; no sábado, vigília com jovens; no domingo, a Santa Missa e, às 19h, o papa volta ao Vaticano. Ontem, na última benção antes de iniciar viagem, o papa Francisco pediu orações e classificou o período como "semana da juventude".

A visita do papa ao Brasil vem após meses de expectativa e em um momento de grande agitação social, principalmente no Rio de Janeiro. Por conta disso, as autoridades brasileiras recomendaram a ampliação do esquema de segurança, sugestão que foi descartada por Francisco. O arcebispo-auxiliar da Arquidiocese de São Paulo entende que não há motivos para alarmismo. Em entrevista ao repórter Filipe Cury, Dom Tarcísio Scaramussa destaca que é natural o pontífice querer ficar próximo dos fiéis.

Ouça a íntegra da reportagem clicando no player abaixo.



Comentários