sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Lucia Hippolito explica

Obrigada pelo carinho

Quero agradecer a todos e todas que me escreveram, telefonaram, enviaram emails ou deixaram comentários aqui neste blog, preocupados e preocupadas comigo.

Devo a vocês uma explicação, muito mais prosaica do que as interpretações mirabolantes que possam circular por aí.

Desde o dia 10 de janeiro, domingo, estou padecendo de uma pedestre gastroenterite. Melhoro um dia, pioro no outro, e ninguém encontra uma causa plausível.

No dia 13, quarta-feira, errei ao entrar no ar. Estava com muitas cólicas e, na hora de falar, tive uma cólica lancinante. Não conseguia controlar a dor.

Não tenho ideia nem do que falei, mas preferimos cortar a ligação na hora em que larguei o telefone e corri para vocês-sabem-onde.

Tive febre o dia inteiro na quinta. Tomo remédios, faço todo tipo de exame para saber se é um rotavirus, uma simples virose, uma empadinha estragada ou o quê.

É simples assim. Muito menos glamouroso, mas foi o que aconteceu.

Obrigada de coração pelo carinho de vocês. Vocês são dez!

O resto é a patrulha da lama em ação.

-------------------------------------------

Atualização das 17:01h: Acabo de ouvir a gravação que alguém me enviou. Cruzes! O povo tem razão. Estou parecendo uma completa insana.


*

Ouça a situação vivida por Lucia Hippolito no player abaixo:

3 comentários:

zubreu disse...

Melhoras e saúde!

Anônimo disse...

Certo. Mas se o mesmo tivesse acontecido com o presidente Lula, a patrulha da/na lama nos brindaria com caras, bocas, risos contidos e muita ironia num tal programa do Jô. Certo também, né?

carlos disse...

Lucia, tudo bem ?
Tenho muito carinho por voce, te acho uma pessoa doce, carinhosa, apesar de eu discordar frontalmente com certas opiniões políticas que voce traz. Fazer parte de um sistema de mídia que controla e manipula as informações como a Globo, deve ser difícil! Por favor, reflita melhor sobre a sua mensagem, perdeba que estamos num caminho de crescimento apesar das dificuldades, não se renda a esta parte da mídia, da qual fazem parte alguns colegas seus, destrutivos, rancorosos, preconceituosos, bairristas, que só enxergam o Brasil pela óptica do sul maravilha. Chega !
Durma em paz com a sua consciência.
Um abraço

Carlos Jullien