quinta-feira, 18 de junho de 2009

"Não se Reprima", dos Menudos, voltou ao rádio

Atualizado em 19/6, 20h35

Algumas emissoras, como a Eldorado FM, CBN, Band News e Alpha FM, estão veiculando nos blocos comerciais, na íntegra, a música "Não se Reprima", famosa na voz dos Menudos, grupo dos anos 80. Mas não na versão original.

Cantada por Tatiana Parra, a versão começa acústica e depois ganha beats eletrônicos. Trata-se, na verdade, de um comercial da Batavo, que utiliza a mesma estratégia da Sagatiba, que colocou uma música cantada por Seu Jorge no bloco comercial das maiores rádios do país, inclusive da Rede Jovem Pan. Aliás, foi a primeira vez que Seu Jorge tocou em tal rede...

Nossa leitora, Rosana Florido, mandou a ficha técnica da campanha, nos comentários:

Campanha: Pense Light
Título: Pense Light

Produtora de Vídeo: Zeppelin
Diretor de Cena: Marcello Lima
Diretor de Foto: Alemão Francisco
Atendimento: Alonso Sperb
Finalização: Zeppelin Filmes

Produtora de Áudio: Voicez
Músico: Equipe Voicez
Vocal: Tatiana Parra
Locução: Naima Ferreira
Atendimento: Ciça Montagna

Agência: DEZ Propaganda
Planejamento: Patricia Beche e Gabriella Barreto
Diretoria de Atendimento: Cláudia Gonçalves
Atendimento: Pérola Carvalho, Roberta Lima e Carolina Marques
Diretoria de Criação: Carlos Saul Duque
Criação: Taíse Kodama, Gustavo Cavinato, Paola Barbieri, Daniella Ferreira, Giovanni Pereira, Thiago Bizarro, Mauro Dorfman e Carlos Saul Duque
Diretoria de Mídia: Mídia: Cláudia Marin e Michelle Medina
Produção Gráfica: Sandra Mara
Produção Eletrônica: Alessandra Santos

Cliente: Batavo
Direção de Marketing: Eric Boutaud
Marketing: Damiano Sanna, Flávio Leal, Ana Lúcia Tacla, Mila Silva e Ricardo Hirata

Apesar das opiniões conflitantes nos comentários, parabéns para a produtora e a agência que criaram esse comercial. A versão ficou muito boa.

8 comentários:

Aida disse...

Também estou em busca de informações sobre essa música, até porque achei bem legal a versão.

Rosana disse...

Então achou todas as informações!
Beijos
Rosana Florido

creditos:
Ficha técnica
Campanha: Pense Light
Título: Pense Light

Produtora de Vídeo: Zeppelin
Diretor de Cena: Marcello Lima
Diretor de Foto: Alemão Francisco
Atendimento: Alonso Sperb
Finalização: Zeppelin Filmes

Produtora de Áudio: Voicez
Músico: Equipe Voicez
Vocal: Tatiana Parra
Locução: Naima Ferreira
Atendimento: Ciça Montagna

Agência: DEZ Propaganda
Planejamento: Patricia Beche e Gabriella Barreto
Diretoria de Atendimento: Cláudia Gonçalves
Atendimento: Pérola Carvalho, Roberta Lima e Carolina Marques
Diretoria de Criação: Carlos Saul Duque
Criação: Taíse Kodama, Gustavo Cavinato, Paola Barbieri, Daniella Ferreira, Giovanni Pereira, Thiago Bizarro, Mauro Dorfman e Carlos Saul Duque
Diretoria de Mídia: Mídia: Cláudia Marin e Michelle Medina
Produção Gráfica: Sandra Mara
Produção Eletrônica: Alessandra Santos

Cliente: Batavo
Direção de Marketing: Eric Boutaud
Marketing: Damiano Sanna, Flávio Leal, Ana Lúcia Tacla, Mila Silva e Ricardo Hirata

The Branks disse...

Meu... que que é isso... Essa música é um saco, agora então piorou... QUER DIZER ENTÃO QUE É UM COMERCIAL, MEU, ATÉ NA RADIO ELDORADO, NA ALFA FM, QUE QUE É ISSO... Entra no ouvido da gente ... e fica enchendo o saco!!!! PROMETO NÂO TOMAR A LINHA LIGHT DA BATAVO.

aldrea_direnzi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Achei linda a versão até liguei para os amigos feliz da vida, por ter imaginado que alguma dessas cantoras da nova geração havia se identificado com a mensagem da musica. Uma pena ser somente comercial, precisamos de mais letras inocentes como esta nas radios.
Parabéns pela iniciativa Batavo, aposto que quem teve a ideia foi da geração Menudo.

Eduardo Miranda disse...

Cadê o artista
"Remakes" demonstram a falta de criatividade que assola o cenário musical brasileiro. Independentemente da versão original ser boa ou não, tampouco o grupo que interpreta, versão sempre será apenas uma versão, e seus intérpretes apenas isso, intérpretes. Mas considerando que é apenas um comercial - ainda bem - é válido... O único mal é esse refrãozinho chinfrim entrar na tua cabeça novamente!

Marcos Lauro disse...

Discordo, Eduardo. Por mais de um ano fiz o podcast Outra Versão e apresentei lá versões muito melhores do que as músicas originais, que as inspiraram. Existem modos e modos de se fazer uma versão... se a banda simplesmente copiar a original, aí sim vou concordar com você. Mas é possível criar artisticamente, sim, numa versão. E muito.

Um abraço!

Anônimo disse...

Gostei da Música, está tocando na TV, e os Menudos foram febre nos anos 80, e a Batavo está com tudo, patrocina o Timão e eu compro bastante coisas da Batavo.