sexta-feira, 10 de abril de 2009

Será que o Hans Donner sabe disso?

Novo posicionamento, nova marca, nova plástica e mudanças na programação da Rádio Globo. A partir de 6 abril, as 34 emissoras integrantes da rede pertencente ao Sistema Globo de Rádio – três próprias (RJ, SP e BH) e 31 afiliadas – passam a adotar o slogan “Bota Amizade Nisso!”, em substituição ao “A rádio do tamanho do Brasil”, numa mudança que adota um lema simples e popular que traduz mais fielmente a relação da rádio com seus ouvintes – uma relação de profunda amizade.

A nova marca, desenvolvida pela agência Tecnopop, do Rio de Janeiro, junta Rádio e Globo numa palavra só, numa assinatura que preserva o azul tradicional da emissora mas incorpora o laranja no lugar do vermelho. A marca atual, que sai de cena, foi criada nos anos 70.

Programação - As mudanças na rede são as seguintes: o programa “Globo Estrada”, com Pedro Trucão, ganha a primeira edição, das 5h às 5h50m. A edição das 15h às 17h não muda; o programa “Alô Bom Dia”, com Alexandre Ferreira, vai ao ar das 3h às 5h.

Na Rádio Globo Rio (1220 AM), Roberto Canázio vai comandar o “Se Liga Rio”, das 15h às 16h; em seguida, Eraldo Leite substitui Gilson Ricardo no Globo Cidade, em novo horário: das 16h às 17h; e o Globo Esportivo, comandado por José Carlos Araújo, o Garotinho, dobra de tamanho: será das 17h às 19h, com foco não apenas em esporte, mas, especialmente na primeira hora, na cobertura de cidade.

Também a partir de 6 abril, o noticioso “Globo no Ar”, nas horas cheias, ganha nova plástica e conteúdo mais amplo. Nas meias horas, o Globo Girando com a Notícia ganha a edição das 18h30m dentro do Globo Esportivo.



-----------------------------

Vamos a uma análise rápida do mercado. No Rio, nem precisa dizer que a emissora perde cada vez mais audiência para a arqui-rival Tupi. Em São Paulo, ela á apenas uma mera coadjuvante na tabela de audiência, perdendo fõlego até para sua co-irmã CBN. No resto do país, quem sabe? Deve estar tomando surra todos os dias de suas concorrentes locais.

Com esse sinalzinho digital M (M de merda mesmo), nem dá vontade de ouvir a emissora.
O programa do Beto brito está muito chato. Nem eu consigo fazer coisa pior. O Alexandre Ferreira é bom, mas é de madrugada. Ninguém aguenta aquele programa esquizofrênico do Antonio Carlos. Dá estresse ouvir. A hora do padre é uma ladainha só. Apesar da voz bonita, o programa do Canázio é um pé naquele lugar. E a tentativa de fazer uma mini CBN no quintal noturno na Globo, me faz desligar o rádio. Calma, o esporte está mais profissional do que nunca, o Trucão é um clássico do rádio segmentado. O carioca Alexandre ferreira consegue ser universal. Mas o que irrita é esse sonzinho digital M.

tenho pena dos ouvintes cariocas que outrora tinham uma rádio popular de qualidade. Tenho pena dos paulistas que tinha uma rádio popularesca de quinta e ganharam uma rádio popular que parece mais comida de hospital: sem sal e sem gosto.

Quem sabe quando desistirem dessa fracassada ideia de rádio "digital" para o AM, talvez eu possa ouvi-la com mais vontade. Não precisa nem dizer o que eu acho dessa porcaria de logotipo novo. Que bosta é essa? Qualquer moleque de 10 anos faria um logo melhor em qualquer software de desenho. Como diz o pessoal do Midia Clipping, o Hans Donner - designer-mor das Organizações Globo - não deve estar sabendo disso. Não mesmo.

7 comentários:

Anderson Diniz Bernardo disse...

Marco, acho que nem precisa de Photoshop. O Word Art já dá conta do recado!

Anônimo disse...

caramba... pq vc é tão ressentido com a globo!??????

Marcelo Delfino disse...

Parabéns pelas sábias palavras, Marco Ribeiro.

Anônimo disse...

Hans Donner é designer gráfico da Rede Globo apenas, não significa que seja de toda a organização.

André Luis Alves de Amorim disse...

Faltou dizer q só para o RJ o Alexandre Ferreira continua o Alô Bom Dia até as 05:50 nos 1220 da Globo Rio. No RJ é das 3h as 5:50 da manhã.

Marcos Lauro disse...

Eu acho engraçado quando a gente é crítico em relação a algo e as pessoas pensam que é ressentimento... heheh

Rádio Base disse...

Caro anônimo: a única coisa que me deixa ressentido é você não se identificar nunca!!!(risos)

Será que só eu ouço o óbvio? A Rádio Globo caiu de qualidade de uma maneira absurda. Não contentes em depreciar o sinal da emissora, os "gênios" que a dirigem resolveram jogar o nível do conteúdo lá embaixo também. Ainda não conseguiram atingir seus objetivos porque lá existem grades profissionais que estão atrapalhando esses "gênios" da raça. Esse bravos radialistas sabem que rádio popular não é sinônimo de fazer "fubá-grosso", como diria o finado Clodovil. Para se fazer rádio pro "povão", não se pode deixar a qualidade, o bom conteúdo, o bom gosto de lado só porque se fala paras classes C, D e E.

É só isso que eu quis dizer. Ou será que só eu estou certo e o resto do mundo, errado?

Marco Ribeiro