terça-feira, 28 de outubro de 2008

Sessão Copélia - prefiro não comentar

Do Blog da Magaly Prado

MARIZA TAVARES, DIRETORA-EXECUTIVA DE JORNALISMO DO SISTEMA GLOBO DE RÁDIO, FALA DAS DEMISSÕES NA CBN. SAI SIDNEY RESENDE E ROXANE RÉ

A rede CBN de rádio está sofrendo mudanças em sua equipe. Âncoras como Roxane Ré, do “CBN Noite Total” e Sidney Rezende, com mais de 20 anos de rádio e um dos fundadores da própria CBN, foram demitidos.

Conversei com a Mariza Tavares, diretora-executiva de Jornalismo do Sistema Globo de Rádio. Perguntei quais foram os motivos das demissões da CBN, no caso da Roxane Ré, da CBN (SP), e do Sidney Rezende (RJ).

O que está acontecendo, Mariza?

Mariza- Não está acontecendo nada que não aconteça sempre nas redações.

As demissões se devem a motivos diferentes e, nos dois casos, a CBN agradece pela dedicação desses profissionais no período no qual integraram o time de âncoras da emissora.

Roxane Ré será substituída por Fabíola Cidral, a partir desta terça, porque queríamos mais dinamismo na ancoragem do CBN Noite Total. Fabíola tem sido um curinga na CBN e há dois anos substitui quase todos os âncoras que entram de férias. Além de boa apresentadora, é ótima repórter e escreve bem, tendo sido autora de inúmeras séries que veiculamos. Enfim, tem um perfil multifuncional que é indispensável hoje em dia.

Em relação à saída de Sidney Rezende, estamos enfrentando um desafio no Rio de Janeiro: a audiência do programa CBN Rio não vinha tendo um desempenho desejável. Foi uma decisão difícil, mas acreditamos que chegou a hora de renovar. Carolina Morand, gerente de jornalismo do Rio, ocupará interinamente o cargo até a estréia do novo âncora.

E sobre Luiz Motta (ex-Bandnews e Eldorado) começar hoje no lugar de Simone Queiroz, que volta ao SBT?

Simone Queiroz é ótima profissional e terá sempre as portas abertas para ela. Infelizmente, ela recebeu uma proposta do SBT que não pudemos cobrir.



--------------------

Em consideração aos bravos profissionais que lá ainda trabalham, farei como a magistral personagem de Arlete Salles, no humorístico "Toma lá, da cá": prefiro não comentar.

Lamentáveis as justificativas que a diretora de jornalismo do Sistema Globo de Rádio apresentou. "O programa da Roxanne Ré não era dinâmico". Descobriu isso depois de 10 anos no ar? Se é assim, acho que falta é dinamisno na percepção da direção da emissora. Estão meio lerdinhos, não é?

Sidney Rezende não estava dando audiência mais. Ele estava perdendo audiência com certeza para Band News FM, segundo a emissora da Globo. Então toca o cara para fora. Eu jurei até hoje que a preocupação principal da CBN era com a qualidade e não com a grande audiência. Pelo visto, fui enganado este tempo todo. E ainda chamou o Sidney Rezende de velho. Que falta de respeito!!!!

Quem deve ter ficado feliz foi a Band News FM pela direção da CBN ter dado de bandeja mais um bom motivo para ela (Band News) continuar ganhando a disputa pela audiência. "Fazer o quê? Não é do ramo, né?", como diria o bom operador de áudio que dava aulas de jornalismo prático para os estudantes iniciantes de outrora. Parece que a direção da CBN "cabulou" estas importantes aulas quando entrou na profissão.

Ih, eu disse que não comentaria nada sobre o assunto. Escapou. Desculpa, foi mal.

18 comentários:

Anônimo disse...

NÃO ACREDITO QUE ATÉ A EXCELENTE SIMONE QUEIROZ TAMBÉM DEIXOU A CBN...

SERÁ QUE EU TAMBÉM, DEPOIS DE 16 ANOS COMO FIEL OUVINTE, TAMBÉM NÃO DEVO PENSAR EM DEIXAR A CBN?

LAMENTO MUITO...

WAGNER - MAUÁ

Anônimo disse...

...uns saem outros chegam...

Sou ouvinte das rádios Eldorado, Band News e agora ...CBN, pois gosto muito de variedade e informação.
Desejo ao Luiz Motta tudo de bom em sua nova casa. Que você possa ser alegre e dinâmino como você sempre foi, e assim conquistar os ouvintes da Rádio CBN.
Um abraço.
Adriana Menk - Sorocaba

rafael bastos disse...

PRA QUÊ ESSA TRANQUEIRA DE CBN USA DUPLA TRANSMISSÃO AM/FM?TÁ LOUCO,OUVINTE DA CBN SÓ SE ACHA!ENTÃO VOLTEM COM A EXCELSIOR 780 A MÁQUINA DO SOM!!!

Julio Rodrigues disse...

Lamentei muito a saida de Roxane Ré dos quadros da CBN! A tal diretora de jornalismo, Mariza Tavares, só demonstrou ser ela a incompetente e com evidente falta de dinamismo! Minhas noites ficaram incompletas sem a incomparável voz e a competência e Inteligência de Roxane. Só espero que outras emissoras como a Band News não deixem passar a oportunidade de tê-la em seu quadros! A CBN à qual fui fiel desde sempre nos horários da noite, perde um ouvinte! Fico apenas com o Heródoto Barbeiro pela manhã! Só mesmo! Lamentável e incompreensível!

rubem bretton disse...

Ratifico plenamente o comentario de Julio Rodrigues. Que fiquem os melhores e saiam os mediocres. Fora Mariza Tavares

Anônimo disse...

Fora Mariza Tavares, razão das minhas noite ficarem tristes sem a RAINHA ROXANE. Só estou querendo saber para onde ela irá para sintonizá-la. Por enquanto só o Heródoto.

Anônimo disse...

É extremamente lamentável a saída da Roxane Ré da CBN. Deixei de ouvir a CBN nas minhas noites.

cicero lima disse...

A Cbn fez como aquele dono de bois que para acabar c/ o carrapato na criação , tacou fogo na boiada.
Demitir a competencia em nome da audiencia... lamentavel.
Sydney Resende é otimo, mas estava disputando c/ um cara que esta mudando a maneira de fazer radio , que é o Ricardo Boechat.
Para a Cbn , só restaria contratar o Boechat, como isso ñ deve ser possivel,acharam que demitir o Sydyney resolveria, adoro a Cbn, mas tomara que ñ mude nada no ibope e que o tiro acerte o Pé.
Viva Roxane Re.

Elizabeth disse...

Era ouvinte da CBN desde 1993 (engatinhando). Roxane Re la estava as 10 da noite. A CBN deu um tiro no pe com essas injustas demissoes.
A Fabiola Cidral e inadequada, voz desagradavel, principalmente para o horario, postura idem. A Mara Luquet, que balbucia (quase fala tati-bitati) coisas que nao dizem nada, e continua la, prestigiada, como se pontificasse sobre o tema de acoes etc... Temos a Danusia Barbara, falando sobre as alcachofras, transformando o simples prazer de se comer em bons lugares num desagradavel exercicio de snobismo... Temos a Magalhaes Pinto, no tal Mercado Etico, que fala, fala, e nao diz nada. Nao sabe a que veio ou a que vai...
Mariza Tavares: como ouvinte lhe digo: radio tem alma, e do outro lado do radio esta alguem que capta para o bem ou para o mal.
Acho que a CBN esta no caminho errado. Perdeu a personalidade e vai perder o seu publico que tem massa critica e e formador de opiniao.
Esta impossivel se ouvir a CBN.

Anônimo disse...

´roxane tem voz marcante,era otima nas entrevistas. fabiola tem voz de gripada,erra na dicçao de varias palavras e sempre termina uma pergunta com "ou não ?"

HILQUIAS DARCLEY disse...

Roxane Ré: OTIMA profissional sempre acompanhei ela uma perca e tanto lamento. @hilquiasdarcley

Pablo disse...

lamentável Dona Mariza Tavares!

legal é o arrogante e insensivel do Sardenberg...

Pablo disse...

lamentável Dona Mariza Tavares!

legal é o arrogante e insensivel do Sardenberg...

Gil Queiroz disse...

De fato, a Roxanne estava meio desligada, mais preocupada com a voz do que com a notícia. Mas Fabíola Cidral também não está a altura para substitui-la. Pena que a d. Mariza Tavares não optou pela excelente Cristina Coghi, esta sim, inteligente, sabe entrevistar, é séria no trabalho, mas que sabe relaxar o clima um pouco, além de ter uma voz linda. Tomara que a Bandeirantes AM substitua o Sachetto no Jornal de Amanhã e contrate a Coghi, aí sim vai haver uma bela disputa das vozes femininas do rádio brasileiro.

ds4808213 disse...

Infelizmente perdemos a nossa querida Roxane Ré, não para a competência da Srta. Fabíola Cidral, mas sim para incompetência da Sra. Mariza Tavarez, que alias, deveria parar para ouvir os comentários inúteis e arrogantes de Mara Luquet e Sardenberg, bem como os de Sardenberg e Miriam Leitão (que troca confetes com o Sardenberg, deixando os ouvintes sem entender qual é a pauta da entrevista). Enfim, vou descobrir onde anda Roxane Ré e prestigiá-la em sua nova emissora. FORA MARIZA !!!

Anônimo disse...

É a coisa anda desse jeito, as empresas exploram ao máximo seus funcionários, quando eles se esgotam são substituidos por outros que por uma causa ou outra se submetem a situações de trabalho extremas, infelizmente quando estes se cansarem também levarão seu tredicional "Pé no Traseiro", e serão substituidos por outros que se sujeitarem a suportar a pesada canga. Sem reclamar hem!

Gouveia St. André. disse...

Li os comentários dos internautas e compartilho com a maioria. A direção da CBN errou de forma irremediável ao demitir a jornalista Roxane Re. Todas as noites ao ligar o rádio do meu carro me sinto orfão por não mais ouvir a maravilhosa voz de Roxane Re. O jornalismo feito por ela era de forma isenta,clara e com profissionalismo ímpar. Com certeza,uma jornalista dessse quilate não ficará desempregada.Anseio por noticias que acalmem os ouvintes dessa brilhante jornalista.Volte logo Roxane.

Anônimo disse...

Meu nome é Maurício Moreira.
Eu apenas gostaria de dizer que a imprensa também faz parte desse sistemático, cruel, desumano mundo que os homens criaram. A imprensa (a pessoa que trabalha nela) não é um ente "extra-terrestre" acima das demais; acima do resto da sociedade.
Já viram como jornalistas esportivos tratam jogadores e técnicos de futebol quais eles não gostam ou simpatizam?
Chamam de sem "dinamismo", perna-de-pau, peréba etc. para dizer o mínimo. Todos contribuem, de alguma maneira, para desumanizar o trato social, para filtrar as atividades profissionais buscando-se mais e mais resultados, audiências, dinamismo, competitividade. NA VIDA NÃO HÁ CADEIRA CATIVA!
Queriam o quê? "Faz parte!"
Não creio que a direção esteja "lerda". Apenas a direção está mexendo no time, sendo direção, fazendo EXPERIMENTOS, TESTANDO, tal como um técnico de futebol mexe durante o segundo tempo... Ou o "normal" seria mexer ainda no primeiro tempo? Técnicos de futebol que mexem no segundo tempo são chamados de lerdos?
.
Não tenho absolutamente nada contra os profissionais citados.
Apenas esse é o mundo que criamos e jornalistas também fazem parte dele. Para o bem e para o mal.
.
Maurício, Rio de Janeiro - 2016