segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Madrugada ainda que tardia

Fico contente em saber que a Rádio USP está mudando sua programação. Mas como bem disse, nem tudo são flores. A madrugada está um "rest sellers" só. Uma rádio com a importância dela não deveria jamais tocar Barry Manilow, Whitney Houston, Tobie Gray, Air Suplly e outros excrementos da música pop mundial. Nem o ouvinte da Scalla ou da Antena 1 merecem ouvir tanto lixo ser despejado em seus ouvidos.

Parece que a intenção dos novos comandantes é tocar música dos anos 70 e 80. Então, que toque Velvet Underground, Lou Reed, O Terço, Emerson Lake and Palmer, Geraldo Azevedo, Neil Young, Jards Macalé, Arrigo Barnabé, Cazuza, Itamar Assunção, Novos Baianos, Clube da Esquina, Premê, Passoca, O Som Imaginário, Antonio Adolfo, Casa das Máquinas, Mike Oldfield, Egberto Gismonti, Fellini, Alice Cooper, Back Turner Overdrive, Johnny Rivers, Sivuca, Odair Cabeça de Poeta, Valter Franco, Renato Teixeira, Elomar, Banda Black Rio, etc. Estes sim, verdadeiros representantes do som destas décadas. Não vamos manchar o bom nome da rádio USP, não é?

5 comentários:

William CPTM disse...

Olha, o pior da Rádio USP nem é essa seleção musical da madrugada. Mas sim a repetição de programas. Tem um programa que passa às 20hs e reprisa 23hs. Até aí tudo bem. O problema que o mesmo programa, que tocou 11 músicas de rock-80 já foi reprisado umas 13 vezes! O próprio Madrugada USP já vi repetirem as mesmas músicas, na mesma ordem, umas 4 vezes em semanas distintas.

Mesmo assim gosto da USP FM...

Tiago disse...

Esse blog fala de radio, ou critica generos e gostos musicais??

Barry Manilow, Whitney Houston, Tobie Gray, Air Suplly excrementos?? meio exagerado, pode ser um pouco brega no conceito de alguns, mas acho injustiça serem classificados dessa forma, alias
nao é o q vive tocando na Scalla e A1 e o pessoal tanto pede e gosta de ouvir??

Outra coisa a Usp pode muito bem melhorar sua programação e ja o esta fazendo (apesar de nunca ter sido ruim, so é muito misturada mesmo sendo apenas MPB) mas se a plástica nao melhorar nao ajuda muito, as vzs ela parece um vitrolão

Anônimo disse...

Acontece, meu caro Willian, se a Antena 1 quiser tocar o pior da música adulta é mais problema dela do que meu. Agora não se esqueça que a Rádio USP é mantida com o dinheiro dos SEUS impostos. Logo, cabe aos seus diretores, tentarem manter a programação num nível decente, não rés ao chão.

Marco Ribeiro

Anônimo disse...

Eu acho que ousadia tem limite. Quando se ultrapassa este limite acaba se caindo no ridículo, como é o caso da Madrugada USP. Se é pra tocar grupos dos anos 70, que se procure estes que foram indicados pelo pessoal deste blog. A USP deveria tocar mais música pop, afinal, supõe-se que a maioria de seus ouvintes deveria ser os alunos de lá. Duvido muito que eles curtam Whitney Houston ou MPB como os ouvintes das rádios "adultas". E A Antena 1 deveria tomar vergonha na cara também por estar com uma programação horrorosa!!!!Noraci Nogueira - São Paulo

Capitão Ócio disse...

Dá para incluir o T.Rex?