quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Boa noite, Dr. Jatene, durma bem

Finalmente creio que o grande médico Adib Jatene vai poder dormir tranquilo esta noite. Acaba de ser sepultado um monstro tributário que ele, na melhor das intenções e iludido pelos detentores do poder de então, criou em 1997, quando era ministro da Saúde do governo FHC: a CPMF.

Este verdadeiro "imposto da derrama" disfarçado de "contribuição", sangrou as finanças de todos os brasileiros ao longo da última década, sob o pretexto de melhorar a Saúde, tal qual prometera e queria seu ingênuo criador.

A CPMF foi usada para os mais diversos fins: cobrir o rombo do governo com a falta de controle de gastos, aumentar o valor do superávit primário, financiar o assistencialismo que recebera o emblamático nome de "Fome Zero", e que garantiu a reeleição do atual Presidente de República. Enfim, a CPMF foi usada para os mais diversos interesses de quem hoje detém o poder, mas que no passado rejeitava o tributo. Só não foi usado para a Saúde.

É bem provável que o amigo leitor, que apenas leu os jornais de hoje e não acessou a internet ainda, não saiba que o Senado, ao menos uma vez este ano, derrubou o projeto de lei que ampliava o pagamento deste maldito monstro até 2011. Por 45 votos a favor e 34 contra, o governo bolivariano do PT não vai poder mais nos tungar 40 bilhões de reais por ano para financiar sua incompetência administrativa e seus atos assitencialistas. Mas foi por pouco. Mais 4 votos a favor e o calvário fiscal continuaria.

A esta altura do campeonato, o amigo leitor, que acessou a internet, já deve estar sabendo da Boa Nova. Mas se teve a oportunidade de ouvir a Jovem Pan, Bandeirantes, Band News FM, Gaúcha ou Guaíba, ou outra emissora que tenha a informação como prioridade, sabe melhor do que eu o que estou falando. Todos os lances - ou os principais momentos - foram acompanhados bem de perto pelo Rádio. Nem os veículos de internet conseguiram ser tão instantâneos. Ponto para o verdadeiro jornalismo no rádio.

PS.: Para não perder o hábito, aqui vai um puxão de orelha bem grande para o pessoal da Eldorado. Na hora em que saiu o resultado, a Eldorado caiu na besteira de reprisar uma programa da tarde anterior. Nem se deu ao trabalho de interrompê-lo para ao menos avisar seus ouvintes do acontecia em Brasília. É uma vergonha porque acabou de receber 3 prêmios da APCA ainda ontem. E o pior que eu e meu colega de blog ajudamos a dar esta premiação. Só não ficamos totalmente envergonhados porque sabemos da seriedade e do profissionalismo da empresa e de quem trabalha lá. Agora faltou seriedade ou, no mínimo, visão jornalística, por parte do responsável em colocar ou fazer colocar a notícia da morte da CPMF no ar, um assunto tão importante para todos nós, principalmente para o ouvinte da Rádio Eldorado. Para uma emissora que se dedica exclusivamente à informação, isso é imperdoável!!!! Ainda sim, mesmo sem autorização da rádio, peço desculpas ao ouvinte que se sentiu ofendido com tremenda falha. Posso lhes garantir que fora um pequeno "deslize" de quem lá estava trabalhando. Mais atenção na próxima vez, pessoal da Eldorado!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com a crítica.
eu estava ouvindo a Jovem Pan, rádio que é melhor sintonizavél no horário aqui onde moro.

Mas tb sou ouvinte da Eldorado. Essa gafe, uma vez cometida, compromete a seriedade da emissora. Afinal, durante anos essa rádio transmitiu só noticias e leitura de jornal durante a madrugada toda (duvido que alguem durmisse ouvindo aquela chatisse). Agora que realmente precisa avançar madrugada adentro com notícias direto de Brasília faz uma dessas?? Ouvi a Pan e fiquei bem informado.
Justamente o que espero de uma all news.
Alessandro Pereira/Jundiaí

Kléber Gomide disse...

Grande Marcos Ribeiro,

Por vezes leio seus comentários, alguns confesso, são de bom tom, bem elaborados e de opinião similar a minha, agora o seu comentário sobre a CPMF e sobre a administração Petista foi terrivel, realmente de mal gosto! A idéia que se tem ao ler seu post, é que o PT criou o imposto! E pior, só utiliza para fins "desconhecidos", e vc sabe bem que não é assim!
Eu não sou a favor da CPMF, mais acho que o pais vive um bom momento, e essa suspensão só serviu para desestabilizar momentaneamente nossa economia, e para quem não percebeu, toda essa história foi uma grande picuinha dos partidos de direita, que nunca assumiram um compromisso social real com o Brasil.