Mostra Mundo Árabe de Cinema completa 10 anos

“Cairo Drive”, de Sherief Elkatsha, foi filmado entre o início da revolução egípcia e a eleição presidencial (Foto: Divulgação)

Considerada parte integrante do calendário cultural audiovisual paulistano, a "Mostra Mundo Árabe de Cinema" traz o que há de mais expressivo em curtas e longas-metragens representativos da cultura árabe mundial.

Onde fica:




Uma das curiosidades desta décima edição do evento é o filme “Que teus olhos sejam atendidos” (1998), dirigido pelo cineasta brasileiro Luiz Fernando Carvalho. O longa foi rodado durante uma viagem ao sul da Espanha, Líbano e Síria, registrando aspectos da cultura árabe, e serviu como material de pesquisa para o elenco de “Lavoura arcaica” (2001), do mesmo cineasta.

Outro título selecionado é “Festival Pan-Africano”, de William Klein, produção que acompanha o megaevento musical realizado na Argélia, em 1969, com as participações das cantoras Nina Simone e Miriam Makeba e do saxofonista Archie Shepp. Celebrava-se naquela ocasião a esperança de uma África mais fraterna.

Dentre os filmes recentes, a programação traz o franco-argelino “Yema”. Produção de Djamila Sahraoui selecionada para a Mostra Horizontes do Festival de Veneza, em 2012, o longa relata o drama de uma família no interior da Argélia, vitimada pela violência de grupos extremistas islâmicos. 

Já o documentário “Cairo Drive” (2013), de Sherief Elkatsha, foi coproduzido por Egito e Estados Unidos e retrata a vida de uma das cidades mais populosas do mundo a partir da dinâmica de sua complicada mobilidade urbana.

A Mostra conta com produções do Brasil, Argélia, França, Estados Unidos, Egito, Alemanha, Marrocos e também da Palestina que, a partir desta edição, passa a ser contemplada com uma sessão permanente na programação.

Exibindo desde preciosidades dos anos 1960 até filmes de 2015, a 10ª Mostra Mundo Árabe de Cinema chega a diversas salas da cidade, entre elas, o Centro Cultural São Paulo, entre os dias 1º e 8 de setembro, e o Cine Olido, de 5 a 12 desse mês. Confira a programação completa no site www.icarabe.org.br.

10ª Mostra Mundo Árabe de Cinema
Galeria Olido | Cine Olido | Centro | de 5 a 12 | +14 anos | r$ 1

Esta mostra reúne uma parcela representativa da produção cinematográfica do mundo árabe e de países que abordam a temática árabe, entre produções europeias e latino-americanas. Há também debates sobre a memória da cultura árabe. Apoio: Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Programação completa, inclusive do Centro Cultural São Paulo, no site www.icarabe.org.br
| Os filmes têm projeção digital.

"Cairo Drive"
(Egito/EUA, 2013, 77 min). Dir.: Sherief Elkatsha.
O documentário retrata a vida de uma das capitais mais populosas do mundo, Cairo, a partir da dinâmica de sua mobilidade urbana. Filmado no período de 2009/2012, que compreende o início da revolução egípcia até a última eleição presidencial do País. 
| Dia 5, 17h

Festival Pan-Africano
(Argélia, 1969, 102 min). Dir.: William Klein.
Em julho de 1969, o diretor filmou o primeiro Festival Pan-Africano de Argel. Este grande evento espalhou uma sensação de euforia, exuberância, festividade e esperança por uma África livre e fraterna.
| Dia 6, 15h

"Que Teus Olhos Sejam Atendidos"
(Brasil, 1998, 70 min). Dir.: Luiz Fernando Carvalho.
O filme é resultado da viagem de Luiz Fernando Carvalho pelo Líbano, Síria e sul da Espanha, quando o diretor brasileiro registrou aspectos dessas culturas para depois apresentá-los como pesquisa ao elenco e equipe de seu longa “Lavoura arcaica”.
| Dia 8, 19h

"Yema"
(Argélia/França, 2012, 90 min). Dir.: Djamila Sahraoui.
Em uma pequena casa abandonada, isolada no interior da Argélia, mulher aguarda pelo enterro do filho militar, mas ela suspeita que seu outro filho, líder de um grupo extremista islâmico, o tenha assassinado. 
| Dia 10, 15h

"Muros"
(Brasil, 2015, 25 min). Dir.: Camele Queiroz e Fabricio Ramos.
A precariedade urbana e arquitetônica de comunidades brasileiras é colocada em questão por Rogério Ferrari, fotógrafo brasileiro que conviveu e registrou o povo palestino em Gaza, na Cisjordânia, e em campos de refugiados.

"Um Menino, Um Muro E Um Burro"
(A boy, a wall and a donkey, Palestina/Alemanha, 2008, 6 min). Dir.: Hany Abu-Assad. Três meninos querem gravar um filme e recitar a visão que têm da realidade. No entanto, sem qualquer equipamento, eles não desistem e decidem gravar, usando as câmeras de segurança que os rodeiam. 

"A Pedra De Salomão"
(Solomon’s stone, Palestina/Espanha, 2015, 25 min). Dir.: Ramzi Maqdisi.
Jovem palestino de Jerusalém recebe uma carta do correio israelense para que compareça em pessoa e assim receber uma encomenda, mas descobre que tem de pagar U$ 20 mil para retirar o pacote.
| Exibições em sequência. Dia 10, 19h

"A Escola de Babel"
(La cour de Babel, França, 2013, 94 min). Dir.: Julie Bertuccelli. 
Em uma escola secundária no 10º distrito de Paris (França), existe uma turma de adaptação na qual alunos imigrantes, entre 11 e 15 anos de idade, aprendem as primeiras lições de francês. 
| Dia 11, 19h

"Próxima Estação Musical: Marrocos"
(Next music station: Morocco, Qatar/Marrocos, 2015, 106 min). Dir.: Fermin Muguruza. Viagem musical guiada pela cantora Oum, a sensação da nova música marroquina. Ela se encontra com o diretor, na cidade fronteiriça de Tanger, e o leva pelas cidades de Tetuan, onde se encontram com a Orquestra Chekara, e depois por Rabat, em que o músico Hamid el Kasri apresenta ao público o estilo de música Gnawa.
| Dia 12, 15h

Serviço: Galeria Olido - Cine Olido. Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro.| tel. 3331-8399 e 3397-0171

Comentários