Instituto musical assina a trilha de abertura de novela da Globo

O maestro Tim Rescala e os integrantes do principal núcleo musical do Instituto Baccarelli gravaram o arranjo instrumental de “Tropicália”, tema de abertura interpretado por Caetano Veloso, e toda a trilha incidental da atração da Rede Globo (Foto: Daniela Cotrim/Divulgação)

Da comunidade de Heliópolis diretamente para o horário nobre da Rede Globo. A trilha sonora da novela “Velho Chico”, obra de Benedito Ruy Barbosa exibida em horário nobre pela Rede Globo, leva a assinatura do Instituto Baccarelli. 


Convidada pela emissora, a instituição paulistana, por meio do maestro Tim Rescala, é responsável pelo arranjo instrumental do tema de abertura da trama, “Tropicália (interpretado por Caetano Veloso), e também por toda a trilha incidental da atração, ambas interpretadas pelos músicos da Orquestra Sinfônica Heliópolis (OSH).

Nesse trabalho, Rescala não apenas regeu a orquestra como fez todas as adaptações e compôs 25 trilhas incidentais para a obra. Além dos músicos da OSH, o maestro também contou com as participações do Coral da Gente (outro núcleo musical do Instituto), dos cantores Fortuna e Thiago Pinheiro e de alguns solistas, como Jether Garotti Jr (teclado), Toninho Ferraguti (acordeão), Ivan Vilela (viola caipira), Sole Yaya (harpa) e Ana de Oliveira (rabeca).

Esta não é a primeira vez, porém, que o Instituto participa de uma novela da Rede Globo. Também sob a batuta de Rescala, a OSH gravou a trilha de “Meu Pedacinho de Chão”, obra de Benedito Ruy Barbosa, exibida pela Rede Globo entre abril e agosto de 2014.

Mas, além de trilhas para novelas, parceria com artistas da música popular tornaram-se uma prática constate no Instituto. Desde 2007 é possível enumerar diversas participações em CD’s, DVD’s e shows de artistas como Bruno & Marrone, Rappin' Hood, Ivete Sangalo, Sandy (na apresentação do programa Criança Esperança), Faith No More, padre Fábio de Melo e Ivan Lins, para citar alguns, sem falar em visitas de personalidades, como o maestro Ennio Morricone (em 2008), entre outros.

Grande orgulho da equipe Baccarelli e dos moradores de Heliópolis é o filme “Tudo Que Aprendemos Juntos”, com Lázaro Ramos à frente do elenco. O longa, dirigido por Sérgio Machado, é inspirado na história real dos primeiros passos da criação da sinfônica. A produção, que encerrou o 68º Festival de Locarno (Suíça) – em uma sessão ao ar livre que reuniu cerca de 10 mil pessoas –, estreou, no Brasil, na 39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (novembro de 2015), tendo sido escolhido pela votação popular como “melhor filme nacional”.

Comentários