sábado, 15 de junho de 2019

Já está chegando a hora de ir......mas não é agora, visse?


Pela centésima vez na vida, resolvi quebrar uma promessa sem pé nem cabeça que fiz para mim mesmo. Achei que seria fácil, mas não resisti. Falar sobre rádio é palpitante e desafiador, mesmo o veículo passando por diversas transformações nos últimos tempos. As duas principais concorrentes no mercado de São Paulo e, por conseguinte, do Brasil - Bandeirantes e Jovem Pan - estão se engalfinhando para ver quem sai na frente na "nova batalha do Rádio": a da era 100% digital.

Aí eu pensei: "Eu vou perder essa festa???"  Hummm..... NÃO! Até porque resolvi entrar o balcão e dar a minha cara a tapa, aliás, como sempre fizemos, não é mesmo? O fato que a era do domínio do "broadcasting", tanto na TV, como no rádio, pelo menos da forma como conhecíamos, ACABOU!

Agora as duas gigantes do Rádio, suas afiliadas, concorrentes diretas e "co-irmãs" de outros estados vão ter de disputar a audiência e a atenção dos ouvintes - e internautas -  com alguns profissionais do Rádio paulistano - e do resto do planeta - como João Alckmin, Serginho Caffé, Antonio Viviani, Sergio Bocca, Zé Nello Marques, Binho Palli, Celso Filho, Fernando Gasparetto , Mano Véio e Mano NovoAmanda Ramalho, o Craque Neto (ele mesmo!),este que vos fala (ou escreve, no caso), Sergio Sagitta , Vitão Bonesso e Marcelo Abud, só para citar alguns de cabeça, sem contar, claro, com emissoras da geração 4.0 (Rádio Container, Antena Zero, Rádio Bradesco Seguros, etc.)

Resumo da ópera: o Rádio está mais vivo do que nunca!


2 comentários:

Mario disse...

Não entendi direito o posta. Está surgindo uma nova rádio web com todo este pessoal? Se sim, poderia passar o endereço para acessar?

Marco Antonio Ribeiro disse...

Na verdade, caro Mário, cada um desses profissionais montou ou está montando sua própria emissora. Para acessar essas emissoras é só clicar no nome de cada um deles, ok? Muito obrigado.