Escola de São Caetano do Sul recebe exposição fotográfica


A EMI (Escola Municipal Integrada) Antonia Capovilla Tortorello é a segunda instituição, neste ano, a ser contemplada pelo projeto "Era uma vez uma escola...", desenvolvido pela Fundação Pró-Memória de São Caetano do Sul, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.
O encontro ocorrerá na próxima segunda-feira (28/3), às 16h, na própria unidade escolar (Av. Paraíso, n° 831 – Bairro Olímpico) e será aberta à comunidade unicamente nesse dia.



O objetivo do Era uma vez uma escola... é retratar a história da unidade escolar por meio de exposição fotográfica, que fica permanentemente no local, e exibição de vídeo com entrevistas de funcionários. Há ainda a produção de uma exposição virtual, que é publicada no site da Pró-Memória (www.fpm.org.br).


Patrona - A patrona Antonia Capovilla Tortorello era filha de Luiz Capovilla e Erlinda Busnardo Capovilla. Nasceu no dia 28 de maio de 1909, na cidade de Guariba, interior de São Paulo.  Mais tarde, casou-se com o ferroviário José Tortorello, com quem teve sete filhos, sendo um deles o falecido prefeito Luiz Olinto Tortorello. Seu primeiro trabalho foi como professora primária na fazenda da família Prado, em Guariba. Além do gosto pelo ensino, era muito religiosa e em todas as cidades pelas quais passou (Guariba, Cedral, Pimenta Bueno, Gonzaga de Campos, São José do Rio Preto, Catanduva, Santa Ernestina, Fernando Prestes e Matão) se envolveu com movimentos em prol do bem-estar social. Faleceu no dia 9 de abril de 1991, na cidade de Matão.

Comentários